Morre em Açailândia o Tradicional Empresário do Castelinho e Gigantão, Miro Ferraz.

13/09/2018 - Morre em Açailândia o Tradicional Empresário do Castelinho e Gigantão, Miro Ferraz.

 

miro ferraz pp (13)

Morreu nesta quarta-feira, 12, por volta das 17h, Miro Ferraz. Dono do "Gigantão" - próximo a Praça do Pioneiro, ele se tornou empresário conhecido no ramo de festas da cidade. Em idos anos promoveu gincanas etc. Atualmente ele cuidava de uma casa de shows - da qual era dono, em Imperatriz.

O "Gigantão" passou por reforma recentemente, atualmente chamada se Fenix e ele pretendia reinaugurar o espaço. O velório será no local. Segundo alguma de seus familiares, ele se encontrava na sua casa, em Açailândia, quando passou mal e foi levado para a UPA.

Já na Unidade Hospitalar Miro teve um infarto fulminante e não houve tempo para restabelecer as condições, devido os problemas de saúde que enfrentava a algum tempo. O corpo foi liberado para funerária e deve ser velado em breve.

MIRO FERRAZ (nome de nascimento; NOEMI ATAYDES), gaúcho de Caxias do Sul, chegou em Açailândia (MA), em outubro de 1984, como construtor. Antes de vir para Açailândia, morou por 06 anos no balneário de Camburiú, Santa Catarina. MIRO FERRAZ cursou faculdade de Arquitetura e em sua carreira como construtor, empresário e promoter de Shows chegou a erguer vários prédios no nosso município e a realizar grandes eventos nas suas inesquecíveis casas noturnas que tiveram a administração de Miro Ferraz, a maioria já desativadas, mas que foram um prosseguimento do seu trabalho; CASTELINHO DANCETERIA, TUCANUS, DISCO CLUBE, RODA VIVA, ARIS CLUBE, FORROZÃO BABILÔNIA, LAMBATERIA TROPICAL, TRASAMÉRICA, SUCATÃO, COLLINS DANCETERIA (Em Araguaina -Tocantins), CASTELINHO II – Bom Jesus das Selvas, CASTELÃO, SANTROPÊ, GIGANTÃO, SUBTERRÂNEA, CALDERÃO DO FORRÓ, BOATE PRIVÊ E FÊNIX. O empresário Miro Ferraz veio par Açailândia construir a casa de sua irmã, e acabou ficando. Alugou o Castelinho, que depois viria ser uma das casas de eventos mais tradicionais de Açailândia. E por aqui começou a investir na vida noturna, promovendo alegria e descontração a muitas pessoas. Em mais de 33 anos de Açailândia, ergueu e implantou 10 casas noturnas em nosso município e outros lugares. O GIGANTÃO foi uma das casas mais movimentadas do Sul do Maranhão, reconhecida em todo o país por quem por aqui já passaram. E sempre com promoções e shows de artistas de porte nacional e internacional. MIRO FERRAZ também administrou a RÁDIO CLUBE FM 98,1 de Açailândia nos anos (2005 a 2007) deixa o legado de muito trabalho, competência e dinamismo em tudo que fez ou idealizou em nossa cidade. QUE O ETERNO CRIADOR conforte os corações de todos os familiares e amigos, dando lhes paz e serenidade para enfrentar esse momento de dor e sofrimento. Deixamos aqui os nossos mais sinceros pêsames a toda a família enlutada!

24/04/2017  ele  chegou a  ser preso por uma  condenação de 30 de outubro de 2010 onde mesmo passou um 45 dias preso depois veio cumprir sua pena em  liberdade  condicional

Entenda o caso.

 

AÇAILÂNDIA - Foram presos, a pedido do MP-MA, na última segunda-feira (24/04/2017), em Açailândia, dois dos envolvidos com exploração sexual infantil no caso conhecido como “CPI 2003/2004”. O empresário e apresentador de TV Osvaldo Brito de Medeiros Filho e empresário do ramo de entretenimento Noemi Ataydes, mais conhecido como Miro Ferraz, tiveram seus mandados de prisão cumpridos pelo delegado regional Murillo Lapenda e sua equipe.

 

Continuam com mandados de prisão em aberto outros dois condenados pelo mesmo caso: Fernando Hausen Pimenta Ruas (engenheiro) este continua foragido  e José Santos Silva (comerciante), também conhecido como Zezinho das Baterias.(Mandado de prisão também já cumprido este também cumpri prisão no   regime aberto  ) 

 

A sentença em primeiro grau foi assinada pelo juiz André Santos em 30 de outubro de 2010, com base em Denúncia oferecida pelo promotor de Justiça Jorge Luís Ribeiro Araújo. De acordo com a manifestação do MP-MA, o grupo submetia crianças e adolescentes à prostituição e abuso sexual em festas organizadas na residência de Fernando Ruas, cuja propriedade se estendia ao bar Gigantão, pertencente a Noemi Ataydes, que facilitava o acesso das meninas à casa e fornecia bebidas alcoólicas.

 

Acusação

 

Na acusação do MP, consta que Osvaldo Medeiros aproveitava-se de sua influência como apresentador de TV, para explorar sexualmente as adolescentes, dando-lhes em troca dinheiro ou facilidades econômicas. José Santos Silva também participava dos crimes, embora esteja isolado do contexto dos demais, tendo confirmado que recebeu uma das vítimas em sua residência.

 

A sentença da primeira instância foi confirmada pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça em fevereiro de 2014. Osvaldo Medeiros, Fernando Ruas e Noemi Ataydes foram condenados a seis anos e cinco meses de reclusão e José Santos Silva a quatro anos e seis meses de reclusão.

 

Em 18 de agosto de 2016, os promotores de Justiça Gleudson Malheiros Guimarães e Sandra Fagundes Garcia pediram a execução da pena dos condenados.

 

Os promotores de justIça basearam-se, entre outras decisões, no habeas corpus 126.292, no qual o Supremo Tribunal Federal admitiu a execução provisória da pena antes do trânsito em julgado da sentença condenatória. “Portanto, é possível o início da execução da pena condenatória após a prolação de acórdão condenatório em 2º grau e isso não ofende o princípio constitucional da inocência”, observam os membros do Ministério Público.

 

Atualmente estava no regime aberto , Mais ele sempre alegou inocência Inclusive quer convivia com ele saber quer esta condenação arrasou sua vida e  estragou sua Biografia


Veja Também

Publicidade

Açai Vip no Facebook

Publicidade

PUBLICIDADE

(99)9201-6907

(99)8157-9842

Claro: (99(84260789

88125470

2014 - Acaivip.com.br, Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: Elton Oliveira